Sou brasileira, mineira, belo-horizontina e amo minha terra!

Sou jornalista, escritora, cantora, atriz, poeta, artesã, filha, mãe, mulher.

Acredito na capacidade do ser humano em ser feliz: hoje. Acredito em Deus e no amor. Acredito no sonho, na ação e no sucesso.

Acredito em Maria e Madalena.

Acredito na luz do Espírito Santo, na esperança e na perseverança.

Acredito no indivíduo e sua capacidade de se aperfeiçoar

Acredito na arte e na transmutação, na alma e no coração, na paz e no perdão.

Acredito no condor, no beija-flor e no arco-iris...na força do fogo, do sol, da lua e dos ventos, da água e da terra, dos lobos, das águias...e muito mais!

Acredito na luz do sagrado feminino, na teia abençoada dos círculos de mulheres, das que foram às que virão. Na inspiração do encontro que cria, cura, fia e confia.

O FEMININO EM MIM surge para partilhar esse meu olhar feminino que ACREDITA!

Grata pela sua presença especial.

Márcia Francisco

domingo, 24 de setembro de 2017

O CÍRCULO DE MULHERES DAS GERAIS

algumas das integrantes do I encontro Círculo de Mulheres das Gerais, 
 idealizado por Heloisa Monteiro e Adriana Moreira, em BH

Me sentindo honrada, por participar durante todo o final de semana (23 e 24 de setembro de 2017), de um momento histórico relacionado ao universo sagrado feminino, esfera que desde que eu era criança fez parte da minha vida, seja através da capacitação, com a oportunidade de beber de muitas das melhores fontes relacionadas ao tema, em cursos, workshops, palestras, leituras, círculos às palestras que ministro, enfim. É por essa platafoma iluminada, me envolvendo no auto-conhecimento e a compreensão possível do vasto mundo feminino, que busco me expressar em tudo o que faço e sou, aprendendo, entre ganhos e perdas, encontros vários, que de um jeito particular, como é a complexidade grandiosa de ser mulher, vai guiando meus passos, transformando-me em escolhas e partilhas mais profundas e sinceras, junto à fé em Deus, rumo ao melhor de mim na direção da minha missão de vida, na reverencia à ancestralidade, no plantio pela descendência, nos desejos de um mundo onde o amor e a inclusão estabeleçam a paz.

Do convite, da Heloisa Monteiro (Casa das Matryoshkas) e da Adriana Moreira (Círculo Encantado), idealizadoras do encontro precursor, que estabelece o Circulo das Mulheres das Gerais, à experiência de dois dias, em contato com uma seleção muito guiada e especial, em de um conceito abrangente, a certeza de que este momento instala um novo portal - atenção! - não somente relacionado às mulheres ali presentes, mas, a todas as mulheres que entre as montanhas das Gerais, recebem, em suas vivências, anônimas, ou não, bastão de Vesta, a propriedade e excelência de seu fogo sagrado, a chama lúcida, que no universo das intuições, instaura sua caminhada pela cura, pelo amor, pela paz, pela integridade, pelo direito à plenitude de ser.Nós, mulheres do agora, somos uma teia de histórias e memórias, equivocadas ou legítimas, com nossas mães, avós, bisavós e outras tantas mulheres guerreiras da própria história, tantas mesmo..como no estudo apresentado, que diz que até nós, dessa geração, cerca de 2 mil outras nos precedera, a cada uma. Que cultivo darem às nossas sementes, nesta vida de escolhas?

Bem, senti que, como sua descrição pelas chamadoras desta egrégora, o "Círculo de Mulheres das Gerais surgiu num desejo de honrar e reverenciar as mulheres que trabalham com o Sagrado Feminino em terras mineiras. Muitas vezes saímos para outras cidades, estados ou países à procura de mais conhecimento para atuarmos nos grupos de mulheres dos quais somos guardiãs. Mulheres que representam Minas Gerais no Sagrado Feminino como um todo: na escrita, na palavra, na vivência, na arte, na música, na dança, na vida. Mulheres que, na busca de seu próprio despertar, na caminhada ao encontro do seu auto-conhecimento, se descobriram canais, facilitadoras, para que outras mulheres pudessem adentrar no despertar em si mesmas"

Presente no agora, o Círculo contatou em abordagens históricas, como a de Mônica Sifuentes, sobre Barbara Heliodora, ou nas palestras relacionadas à Constelação Familiar, no universo das mulheres indígenas, por Cynthia Carrilo, na força das "Moon Mothers", apresentada por Lari Ahmyo, nos caminhos da aromaterapia, por Dani Cuccia, na arte musical, em varias vozes femininas (entre elas a da bela Sofia Cupertino) e gêneros musicais, nas danças circulares, ciganas, no colóquio da psicóloga Marisa Sanabria, acerca dos desafios de humanizar o tempo, na experiência compartilhada de Patricia Pinho, junto à TV pública e tanto mais, apresentado alí, em harmonia... À fala de Heloísa Monteiro, preciosa e tenaz sobre "A Força das Matryoshkas nas Matriarcas Mineiras", constatações várias: guardiãs de muitas sabedoras, as mulheres mineiras têm mistérios, histórias, segredos e memórias. Fico com a pergunta de Marisa Sanabria e, que ela ecoe dentro cada uma der nós: "O QUE SE ESCONDE, DO ENIGMA FEMININO, NAS DOBRAS DAS MONTANHAS?

Por tantas expressões, caladas ou partilhadas, nos inúmeros trabalhos divinos que aquecem o despertar do feminino sagrado, como testemunha ocular deste instante singular que foi a abertura do Círculo de Mulheres das Gerais - assumindo minha autoresponsabilidade como multiplicadora da luz - preciso dizer que, a partir deste convite feito pelas precursoras, em um claro chamado de união e inclusão, vale refletir sobre a importância da união de forças através da sabedoria compartilhada. Podemos, crendo na abundância divina - onde "o mundo é grande e cabe todo mundo" e cada um tem seu lugar - distantes da ordinária visão competitiva, ou do olhar desconfiado que ronda nossa mineirice, nos unir a este circulo infinito e fazer emanar Minas em excelência sagrada feminina, em diversidade e magnitude de expressões em trabalhos vários, para juntas integrar esse novo tempo de luz potencializada no mapa deste que como bem disse Heloisa, tem rosto feminino, até mesmo em seu "nariz" cuja expansão territorial contou com a entrega e atitude de bravas mulheres. 

Minas, tem Beijas, Bárbaras, Marílias, Chicas, tem Mercês de candombes eternos, Nhá Chica, Sinhanas, Anas, Filós e Adélias, tem todas nós, para de mãos dadas em ciranda de afeto, fazermos história! Vamos juntas, em gratidão, seguir tecendo o manto, na rara coragem de fiar junto: CONFIAR.

PS.: Parabéns, Helô e Adriana. Megafone amoroso para todas as esferas da cura e do sagrado feminino: conheçam e se aproximem do Circulo de Mulheres das Gerais. A proposta é clara: é só chegar. Partilhas com via de mão dupla. em 22 de setembro de 2018 tem mais, como as duas amigas nos informaram. Mas, a égregora prossegue emanando alta vibração. Sintonizem.
Mais: 
evento relacionado - link Facebook: www.facebook.com/events/122439528330506
site Casa das Matryoshkas, Heloisa Monteiro: http://www.casadasmatryoshkas.org.br/
facebook Circulo Encantado, Adriana Moreira: https://www.facebook.com/encantadocirculo/

Márcia Francisco, BH, 24 de setembro de 2017, 20h44

quarta-feira, 19 de julho de 2017

POSTS SERÃO ATUALIZADOS EM BREVE.
novidades: sigam www.facebook.com/ofemininoemmim


quinta-feira, 26 de janeiro de 2017

Assessoria em Comunicação e Marketing de Negócios, em tempos de Inteligência Artificial

imagem:  techcrunch
(reflexões por Márcia Francisco)

Atuo em Assessoria em Comunicação e Imprensa, há cerca de 18 anos, dos meus quase 25 anos de profissão. Não sou um gigante, mas, não raro, clientes me encontram até pela logomarca, sem informe telefônico. Vejam, não estou à margem do universo digital, pelo contrário – a cada dia estudo mais e busco compreender e utilizar as engenharias de mídia, para melhor colocá-las a serviço dos clientes. Mas, como o curriculum geral a meu respeito bem diz: em minha vida, a Arte e o Jornalismo caminham juntos. Portanto, é natural que vocês: 

1) Encontrem vasto conteúdo da minha expressão pessoal no universo da arte;
2) Encontrem, na carteira de clientes, informação de grande parte deles, oriundos da Arte.

O motivo principal pelo qual quase sempre – talvez possam questionar – eu não direciono currículos para minha apresentação em áreas diversas é: defendo uma atuação focada no mundo real, para que eu possa me expressar nas três frentes de apresentação atuais da minha vida profissional: o Jornalismo, a Arte e a Inclusão da Pessoa com Deficiência (este último aspecto, voluntário, no âmbito da doação direcionada, do Jornalismo como ponte para valorizar a inclusão necessária e possível da PCD). Se visitarem as duas principais redes sociais que uso para expressão direta – o Instagram e o Facebook (embora, profissionalmente, atue em várias, de acordo com a necessidade dos clientes), verão uma fusão transparente deste contexto.
Defendo, pois, no universo profissional e, consequentemente, dos Negócios, que a valorização do ser humano é a essência para o sucesso, nos tempos atuais. E isso começa por mim. Como assim? Me apresentando pelo que sou, somando competências e atuações úteis ao cliente e, especialmente, junto à mídia geral - principal foco das atividades jornalísticas em Assessoria de Comunicação e Imprensa - colocando o cliente em primeiro lugar. Clichê? Isso não nega a atualidade, apenas valoriza o corredor virtual de forma a não nos tornarmos mais um objeto cinza neste infinito cenário que é a Internet.
A partir de avaliações das necessidades do cliente empresarial, político ou artístico, organizo meu trabalho e contatos com os representantes e elementos de mídia impressa, televisiva, radiofônica e virtual, de tal forma que o cliente seja alvo dos holofotes. Eventualmente, em algumas buscas nos portais como o Google, as pessoas podem encontrar a frase Assessoria em Comunicação e Imprensa Márcia Francisco, junto aos releases, quando publicados – principalmente em redes sociais, portais ou agendas. É possível encontrar, até mesmo, imagens minhas junto à personalidades coincidentes com a clientela e que, em muito, também, coincidem com meu trânsito na arte. Porém, meu trabalho é focar no universo a ser divulgado, de tal forma a aproximar o meu cliente de seu público alvo, de forma tenaz, fiel, instigante, promotora e persuasiva como nos negócios, somada à fidelização da verdade e, a tocar as pessoas no vasto mundo virtual e de redes, onde fervilha o marketing de negócios, pelo conceito mais atual possível. Humanizar. Saber que atrás de cada mesa, notebook, celular... de um jornalista, editor, possível cliente, comprador de idéias, existe um humano, pensante e sedento por algo que o aproxime de uma realidade sutil, ainda que estratégica, dinâmica e assertiva.
O mundo atual do marketing une talento, foco, planejamento concreto e competência à capacidade de analise rápida e, ainda, motivação, sensibilidade e muita inteligência emocional para lidar com essa era onde predomina a inteligência artificial. Habilidades que podem ser desenvolvidas, treinadas, aperfeiçoadas e utilizadas, com frequência crescente.
Defendo que o igual, nós já conhecemos. Vale a máxima de ‘fazer diferente, para obter resultados diferentes’. Contudo, com o olhar atento aos objetivos que pretendemos alcançar.
No universo business, atuo e já atuei com importantes nomes de empresas e pessoas. Consultores, gestores de eventos motivacionais ou de planejamento empresarial estratégico, nas mais atuais tecnologias deste mercado que em breve – com as ferramentas adequadas –, será capaz de ‘separar o joio do trigo’ e fazer brilhar, em âmbito mundial, nomes notáveis nas mais diversas áreas de atuação.
Desenvolvo um trabalho sólido e eficaz, unindo histórias e verdades à imprensa, plataformas de mídia diversas e público, através de uma história renovável, através dos tempos. Sempre pautada em sensibilidade, ética, respeito e verdade, nas relações estabelecidas. Em muitos destes aspectos, a arte me inspira, consideravelmente.
Pescar trilhas dignas para os clientes é meu caminho. Ser ponte é minha missão – no Jornalismo e na vida, posso dizer, com convicção.
Cada cliente de assessoria em comunicação, imprensa, ou momento coaching terá, de mim, sempre um atendimento personalizado às suas necessidades, olhar consciente à sua expressão contemporânea no mercado e na mídia e, um direcionamento qualitativo junto à mídia para que os melhores resultados sejam obtidos. Quem contrata uma assessoria particular nesta linha de atuação, precisa contar com essa peculiaridade. Muitas vezes, até mesmo em grupos, associações ou empresas consolidadas, com sistemas próprios de Comunicação, esse trabalho se faz necessário – seja pelo volume de envios e informação, constantemente, encaminhados à mídia pela equipe própria, seja para valorizar um determinado assunto, com uma ênfase diferenciada.
A união soma forças, a diversidade amplia visibilidade. Nós, profissionais deste planeta midiático sem fronteiras, podemos ser incríveis tecendo redes de qualidade em comunicação.

sábado, 23 de julho de 2016

MARIA MADALENA


22 de julho.  VIVA MARIA MADALENA

Sagrada  Magdalena
Magdala  mulher
Completude feminina do Cristo
Evangelista,  por Francisco
finalmente,  reconhecida
Santa,  por entrega,  oficio e meritocracia
Mulher inteira,  de fé,  força  e coragem
Precursora  de tantas
Fortaleza do Bem
Guardadora do cálice da sabedoria
Da força  da ação  e do silêncio
Da humildade  e da devocão
Da atitude  na comunhão
Aprendiz  e guardiã
Mestra das anciãs
Testemunha  primeira dos mistérios da ressurreição
Por Jesus, além da vida,  simples e grandiosamente,  chamada Maria.
(Márcia Francisco,  22 de julho de 2016, 09h22/acrilica sobre tela:2012)

quinta-feira, 28 de janeiro de 2016

CARNAVAL CHEGANDO!



Música 
Entre a alegria e a dor - Mêrcks Paulo. Participação Especial: Márcia Francisco = voz.
faixa integrante do CD Jardim Particular - do cantor e compositor  Mércks Paulo.
Imagens: acervo Márcia Francisco
com Márcia Francisco, Gabriela Francisco Rajão e Walber Braga Jr.(Juscelino Kubitschek)
cenas Carnaval em BH/MG
edição: Márcia Francisco

Dica Titia Francisquinha by Márcia Francisco.

Dica Titia Francisquinha by Márcia Francisco:

sexta-feira, 22 de janeiro de 2016

REFLEXÃO EM TEMPOS DE CRISE ECONÔMICA

Gostaria de dizer algo a vocês. 
Neste tempo de crise economica generalizada, algo tem sido fundamental à minha vida. O foco do pensamento no ponto de vista que sempre me guiou: o olhar à realidade, com o pensamento positivo que permite abrir novos horizontes e renovar instantes, transformar historias e construir caminhos próprios em nome do que todos aspiramos, a felicidade. Esta, que não dá tempo de deixar para amanhã. Que é experimentada nas coisas simples ou intensas, tão pessoalmente vividas, que são indescritiveis em palavras. São sensações que vão se amalgamando em nosso coração. A vida não anda fácil pra ninguém, pelo menos para as pessoas com quem tenho tido a oportunidade de conviver. Em quase 24 anos de Jornalismo, como profissional autônoma, embora tenha testemunhado crises, por exemplo, o Plano Real, nunca experimentei, pessoalmente, uma realidade destas. E não sou a única, só não fico gritando detalhes aos quatro ventos, por escolha e porque não dá tempo para lamentar.Mas, este não é o ponto. Apenas quis ilustrar para os leitores do rótulo "falar é facil"! O que desejo compartilhar é a força sagrada e abençoada que crenças e padrões de pensamento podem gerar. Por coincidência, ao pensar em escrever este texto, vi a imagem anexa, em frase de Cláudia Giudice, também jornalista que, após sua saída do grupo Abril, onde comandava dezenas de revistas, deu um salto para a vida sem crachá, em nome de uma qualidade e felicidade especiais. Como acredito que coincidências são, de fato, deusidências, escolhi a frase e foto para ilustrar exatamente o que eu quero dizer. Enquanto surgem demissões, falta de emprego e tudo o mais, surgem também as oportunidades. Uma vaga no mercado de trabalho em crise, pode ser a lacuna que você irá ocupar com seu talento e competência. Para mim, o último ano, com volumes reduzidos de trabalho, em especial na area cultural, sucateada em primeira instância, tem sido chance de duas coisas especiais. Primeira, a oportunidade de me aperfeiçoar no Jornalismo, ampliando a qualidade dos meus serviços, adequando-os ao novo modelo de Comunicação, estudando, entre outros aspectos, as ferramentas de uso eficaz das redes sociais, enfim... Quem me contrata hoje, conta com uma plataforma de ações ainda mais efetiva que há um ano atrás. É isso que o Mercado sempre desejará de nós. Aperfeiçoamento. O outro ponto, para os que me conhecem, tem sido a oportunidade de exercitar, mais diretamente, a arte, que sempre me acompanhou, desde a infancia e ao lado do Jornalismo. Ano passado, com mais tempo livre tive a oportunidade de retomar grupos, estudos e contato direto com tudo que me alimenta: o teatro, a música, a pintura, os bordados e trabalhos manuais, o artesanato, minha grife titiafrancisquinha, as vendas, minha causa voluntária e muito mais. Disso uma certeza, já afirmada em palestra que dei em universidades, estimulando a escolha profissional pelo que vibra no coração. A cada dia, quero fazer dos meus planos B, ao lado do Jornalismo, planos A, AAAA... quantos puder exercitar para que a alma prossiga alimentada e a vida dignificada. Governos passam, crises são superadas mais dia, menos dia. O importante é criar o novo, transmutar preocupacões e medos, pagar as contas. Todo trabalho honesto é digno. Não relute em mostrar aos outros seu coração transparente, suas verdades, seus dons, talentos - todos nós temos algum. O despertar é a consciência de que o divino, presente na fé que cada um carrega dentro de si, é abundancia. Pense menos em matéria, concentre-se na prosperidade, que provê absolutamente tudo, nem sempre a seu tempo, mas no Kairós, o tempo de Deus. Este tempo que pode não coincidir com seu desejo, mas, que traz em melhor hora, as respostas exatas. Eu atesto. Esta é formula para um coração tranquilo. A paz no travesseiro. Para finalizar, uma lembrança: o ser não é sozinho. Compartilhe o pouco ou o muito que tem. Leve seu olhar além de si proprio. Perceba realidades alheias. Aprenda com os sabios, ensine o que pode. A união é a palavra dos tempos atuais. A ordem da sobrevivencia é exercicio de partilhas e parcerias. Confie em você, observe pares afins, não perca tempo com criticas dos outros. É você o autor da própria vida. E o tempo está passando... No mais, é agradecer o milagre da vida e prosseguir. Abraço de luz, Marcia Francisco

quinta-feira, 12 de novembro de 2015

PÉROLAS ESSENCIAIS - NOVO LIVRO DE MÁRCIA FRANCISCO


No dia 17 de novembro, terça-feira, a partir das 19h30, a jornalista e escritora Márcia Francisco realiza a noite de autógrafos e lançamento do seu segundo livro autoral.

“Pérolas Essenciais” é um livro de poemas e frases com sentido de reflexão útil, em inspirações do Sagrado Feminino, amor, fé (independente de crença religiosa) e intenções de luz. Fruto de seleção feita sobre a produção da escritora nos últimos dois anos, o livro chega em formato de oráculo, cujos textos se apresentam em  33 cartas de baralho e nos convidam a um passeio pelo universo da poesia, com direito a um tempo para reflexões pessoais.

O evento de lançamento acontece no O Audaz Botequim(Rua Leopoldina, 639 – esquina com Rua Cristina – Santo Antônio – BH – MG) e  tem entrada franca.

Márcia Francisco
Natural de Belo Horizonte, a jornalista, escritora e cantora Márcia Francisco, 45, se dedica a poesia há mais de três décadas.  O primeiro livro “Travessia dos Tempos”, foi lançado em 2008. A produção,  que celebrou 25 anos de poesia,  com poemas sobre o feminino e o amor, trouxe texto de abertura de Fernando Brant, texto de abertura dePaulinho Pedra Azul e aquarela de capa, de Fernando Fiuza, em elogiável projeto gráfico de Tavinho Bretas.Atualmente, o livro pode ser acessado em um dos três blogs da escritora:
 www.ofemininoemmim.blogspot.com O segundo livro, “Pérolas Essenciais”, foi concebido e produzido pela autora após um intervalo de sete anos nas publicações impressas. No período, a escolha de exercitar seus versos, unindo-os à  linguagens e plataformas relacionadas aos estudos do sagrado feminino, pauta de interesse pessoal da artista em estudos pessoais,  grupos, workshops e cursos diversos dos quais participa desde seus 11 anos de idade -  período que coincide com o início dos primeiros escritos poéticos.  Muitos dos textos foram escritos com um olhar sobre as redes sociais, nas intenções da transmissão de mensagens curtas e diárias, a exemplo do status do Facebook.  Na visão da escritora, uma forma de legitimar o contato através das redes sociais, valorizando o ser, a sensibilidade e o afeto, com a partilha de literatura, inspirações, emoções, pontos de vista, aprendizado e pensamentos.
Confira biografia completa:

“Pérolas Essenciais traz a poesia em agradável leitura, nos propõe e inspira encontros diários com a luz que brilha em cada um de nós e nos guia em cada escolha e caminho. Colha sua pérola essencial e,
simplesmente, ouça o som do seu coração”

 NOITE DE AUTÓGRAFOS E LANÇAMENTO DO LIVRO “PÉROLAS ESSENCIAIS”
da jornalista e escritora Márcia Francisco
17 de novembro, terça-feira, a partir das 19h30
O Audaz Botequim
Rua Leopoldina, 639 – esquina com Rua Cristina
Santo Antônio – BH  MG – (31) 994284913
ENTRADA FRANCA

quarta-feira, 3 de dezembro de 2014

quarta-feira, 11 de junho de 2014

VAI COMEÇAR A COPA DO MUNDO NO BRASIL




Imagine a concentração de energias do planeta terra, em um só lugar, vibrando positivamente.
Imagine um planeta azul brilhando no universo.
Imagine todas as energias do mundo voltadas para o Brasil.
Esperando ver o melhor futebol.
Não somente com os melhores do Brasil - eternamente aclamados -  mas, do mundo inteiro.
Esperando ver o Brasil, a tal terra que tem cidades maravilhosas, gente alegre e divertida, praia e sol.
Nos gramados, pessoas mais que brasileiras nos representam.
Gente que em sua maioria saiu da mais humilde simplicidade, muitas vezes da pobreza,
acreditando no sonho, valorizando a coragem de transformar a vida e chegando lá.
Gente que fez, nos campinhos de várzea, milagre para ser visto e respeitado,
não individualmente, mas, na força de um trabalho conjunto, de uma equipe, de um time,
pois, no futebol, se trabalha unido, em garra, superação e vislumbre de sucesso, numa aula de inclusão possível.
Então, não seja você a perder a chance de receber todas essas energias de luz que vibram com potência máxima,
na força do coletivo, acima, abaixo e dentro de cada ser que no Brasil está, durante a Copa do Mundo.
Ser negativo à essa altura, não é ser militante de coisa nenhuma, pois a Copa já está,
é, sim,  negar a si mesmo a possibilidade de viver a qualidade desta vibração.
Um mês de energia quântica gratuita, para quem quiser receber.
Solte-se, vibre, libere emoções, receba o bom.
É tempo de festa, abra sua casa e seu coração para a felicidade de estar vivo, celebre junto, por você mesmo.
Levante-se, erga sua bandeira. Você também é brasileiro.
EU SOU.
Receba a energia mais poderosa que o planeta já lhe deu.
Se ainda achar que os motivos são poucos, apenas não resmungue, não se importe por um tempo.
Estará, da mesma forma, até sem doar - se conseguir - guardando energia
para continuar a trabalhar pela terra, quando a Copa do Mundo passar.
VIVA a Copa.


Márcia Francisco
Belo Horizonte, 11 de junho de 2014, 09h25

segunda-feira, 31 de março de 2014

Estimados leitores,
devo confessar que  tem se prolongado em muito minha falta com vocês, 
aqui no Blog.
É que no corre-corre dos dias, às vezes posto direto na nossa página do facebook:

Tentarei atualizar e postar aqui, com mais frequência.
Gratidão pelas mais de 10 mil visitas.
Vamos juntos.
Abraço de luz,
Márcia Francisco

PS.: aproveito para convidá-los à audição do programa "Feito em Casa", na Rádio Inconfidência, segundo o link a seguir. Registros do meu DNA Musical!